CHÁ DO TIBETE, Uma experiência inigualável para os amentes da bebida

  • por

CHÁ DE MANTEIGA OU PO CHA DO TIBETE

O chá terá chegado ao Tibete no século VI, vindo de Yunnan. Neste período o chá era transportado em caravanas que percorriam longas distâncias, para garantir a sua conservação era prensado em formatos diversos (bolacha, tijolo, etc.) – este tipo de chá chegou aos nossos dias e é conhecido como Pu-erh. 

Com estatuto de bebida nacional, este chá é muito apreciado pelos tibetanos, e consumido ao longo de todo o dia. Se estiver a planejar uma visita ao Tibete é certo que será convidado a beber um Po Cha: uma ancestral receita de montanha criada para enfrentar o frio dos Himalaias e reconfortar a alma dos viajantes. 

Beber chá é uma experiência sensorial única e desde logo um convite à viagem. Cada chá tem uma história para contar, desde o terroir aos rituais de preparação e degustação, conferindo-lhe um charme e um mistério irresistíveis. Existem chás que nos surpreendem pelo exotismo dos seus aromas e sabores ou por revelarem costumes e tradições de lugares longínquos. É o caso dos chás que chamamos exóticos: chás aromatizados ou misturas, que nalguns casos remontam a tempos antigos, e que nos levam, através da sua degustação, numa viagem ao encontro de outras culturas e mundividências.

Ervas aromáticas, especiarias, óleos essenciais, aromas fumados, raízes, sal, leite e manteiga, são combinados com chás puros com mestria. Se é certo que existe um mundo de chás exóticos por descobrir, há alguns que pelas tradições que protagonizam, e por serem oferecidos em rituais de boas-vindas, vale a pena conhecer.

Chá  a venda com exclusividade na loja virtual SITE DO CAFÉ www.sitedocafe.com.br 

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

Ou mande mensagem via WhatsApp (32) 98450-9777

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *