Além Paraíba registra variante do novo coronavírus no município

Dois moradores foram diagnosticados com a variante P2 do novo coronavírus.

A prefeitura de Além Paraíba, através da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou nota oficial no sábado, 27 de fevereiro, informando sobre a presença no município da variante P2 do novo coronavírus. De acordo com aquela secretaria, foram encontradas esta variante em amostras de dois pacientes residentes em Além Paraíba. Os dois já foram identificados por técnicos daquela pasta e, agora, será realizada uma investigação epidemiológica destes casos (desfecho, deslocamentos para outros municípios e contatos próximos) e a consequente divulgação das conclusões para a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais.

A Nota, assinada pela titular da Secretaria Municipal de Saúde, Bethânia Reis de Souza, alerta a respeito da necessidade da população “manter-se atenta ao cumprimento de todas as medidas de prevenção tais como: isolamento social, distanciamento, uso de máscaras, higienização das mãos e não participar de qualquer evento que cause aglomeração.” Ainda, segundo o texto, “a variante P2 tem maior capacidade de infectar as pessoas considerando que sua alteração facilita a penetração nas células. O momento não é de pânico, porém de cuidados redobrados”, conclui o texto.

O que é uma variante do vírus?
A grosso modo é um (ou mais) filho do vírus oriundo de sua mutação que pode gerar sua própria nova linhagem. O vírus continua sendo o mesmo, mas agora ele tem, digamos, versões alternativas. É como se fosse uma música da qual, a partir da composição original, são feitos diversos arranjos. A música em si não muda, mas as notas e os tempos são alterados, e surge algo novo. Cada variante do Sars-CoV-2 (novo coronavírus) é um arranjo diferente do Sars-CoV-2 original.

É mais perigosa do que o vírus comum?
A nova variante do coronavírus (P2) tem maior capacidade de transmissão entre infectados, mas não é tão agressiva quanto a P1, desenvolvida em Manaus.

O virologista da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Amílcar Tanuri (membro titular da Academia Brasieira de Ciências) afirma que não existe motivo para pânico em relação às novas variantes do coronavírus. Ele é um dos descobridores da variante P2 do Sars-CoV-2, surgida no Rio de Janeiro, assegura que está confiante na eficácia das vacinas e destaca não haver motivo para medo e pânico. “O medo não gera ações inteligentes, e o pânico imobiliza”, afirma, reiterando a necessidade do uso de máscaras e demais medidas sanitárias preventivas.

Fonte: Prefeitura de Além Paraíba, O Globo, Saúde Abril | Foto: Wikimedia Commons

 

site do café

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *